As 5 tendências de armazenamento mais quentes para 2019

As 5 tendências de armazenamento mais quentes para 2019

Historicamente, o armazenamento de computadores nem sempre foi protagonista no mundo da TI. Mas o sucesso do seu negócio, seja uma empresa de cinco funcionários ou da Global Fortune 500, está dentro da sua estratégia de armazenamento. Mesmo. Pense assim: você não gostaria de construir seu novo escritório ou fábrica com um alicerce fraco, certo? A fundação deve ser segura, sólida e consistir dos componentes mais confiáveis. O mesmo vale para o seu armazenamento. O armazenamento é a base essencial para seus ambientes de nuvem e data center. Em suma, a base do seu negócio.

As empresas em todo o mundo continuam a ver um aumento exponencial na grande quantidade de dados que produzem. Essa tendência só está crescendo.

Em 2019, a maneira como você usa, maximiza e otimiza seus oceanos de dados continuará a desempenhar um papel fundamental em seus negócios. Com isso em mente, vamos analisar algumas tendências de tecnologia de armazenamento que podem impulsionar o valor de seus dados em 2019.

5 Tendências de armazenamento para ficar de olho em 2019

1 – Adotando all-flash e NVMe

O uso de sistemas de armazenamento all-flash só faz crescer e provavelmente verá um crescimento rápido novamente em 2019. Todas as cargas de trabalho de armazenamento primário deveriam ficar no flash. Por quê? Porque, como o preço do flash diminuiu e o valor do desempenho de cargas de trabalho como análises e inteligência artificial aumentou, não faz mais sentido ser diferente. Com essas novas cargas de trabalho no flash oferecendo novos valores de negócios e com novos modelos de implantação locais semelhantes a nuvem, você pode transformar o CAPEX e o OPEX em toda a sua infraestrutura de armazenamento em nuvem e data center.

O NVMe também se expandirá no setor de armazenamento como um protocolo de alto desempenho. Aprimoramentos de protocolo como o NVMe levam à consolidação, ajudando a suportar mais aplicações, cargas de trabalho e casos de uso em toda a sua infraestrutura de TI.

2 – “Cloudificando” o armazenamento

Isso não significa simplesmente o uso de armazenamento por um provedor de serviços de nuvem (CSP) ou um provedor de serviços gerenciados (MSP), mas também a capacidade de armazenamento para mover dados transparentemente de configurações locais para nuvens públicas e em implantações de nuvem privada. Isso permite que você aproveite aplicações e cargas de trabalho SLAs de uma nuvem privada e aproveite também as economias que as nuvens públicas para backup e arquivamento de dados oferecem.

Quando se trata disso, a “cloudificação” do armazenamento tem tudo a ver com obter o armazenamento certo para o trabalho certo, independentemente de como você está implantando seu ambiente de nuvem. Essa tendência continua sendo a principal preocupação das arquiteturas de nuvem multicloud e híbrida.

3 – Abraçando a proteção de dados moderna

A maioria de nós relaciona a proteção de dados com backups e restaurações. Mas a proteção de dados moderna vai muito além disso. Ela é focada em como você pode aproveitar os conjuntos de dados de armazenamento secundário (backups, snapshots e réplicas) a serem usados ​​para capacitar sua empresa.

Com a proteção de dados moderna, as cópias não são mais um problema – elas se tornam um benefício: você pode usar conjuntos de dados secundários e usá-los para cargas de trabalho de DevOps, análises e testes.

4 – Automatizando processos de armazenamento

À medida que as empresas passam por sua jornada de transformação digital, há uma necessidade de automação em toda a linha. Isso se aplica não apenas a profissionais de armazenamento, mas também a DevOps e outras funções de trabalho: especialistas de Docker, proprietários de aplicativos, administradores de servidores e máquinas virtuais e assim por diante. Todos precisam saber como fazer backup e otimizar cargas de trabalho.

Por exemplo, eles podem precisar criar um novo contêiner sem chamar o departamento de TI. Por isso, é imperativo ter integração com todas as APIs, automação e autoatendimento próximas, cada uma delas crítica. Isso ajudará você a criar um verdadeiro negócio digital.

5 – Incorporando inteligência artificial

Espera-se que a IA tenha impacto em inúmeras indústrias. Da fabricação de automóveis aos serviços de alimentação, de saúde e muito mais. A IA poderia simplificar operações, agilizar processos e produção. Tarefas complexas manuais serão mais fáceis de manter com o que continuamos a aprender com a IA. O armazenamento para IA terá um papel central na maneira como as organizações usam essa tecnologia. Para aproveitar os benefícios da IA, seu armazenamento deve ter o máximo em desempenho, disponibilidade e confiabilidade. A IA, em sua essência, requer grandes quantidades de dados sendo processados ​​com precisão e confiabilidade 365X24. O armazenamento é essencial para o paradigma da IA.

Resumindo

Quando se trata da tecnologia de armazenamento e dos dados que ela hospeda, ela é a base essencial de todos os negócios e afeta as unidades de negócios em geral. Seus dados precisam estar disponíveis, precisos, reutilizáveis, protegidos e com alto desempenho na empresa atual, voltada para dados. Se não for, você corre o risco de não conseguir maximizar o uso de dados, seu ativo corporativo mais valioso.

O futuro é brilhante para o setor de armazenamento. O poder do seu armazenamento impulsiona o sucesso do seu negócio.

Eric Herzog
Vice President, Product Marketing and Management, IBM Storage Systems

VEJA TAMBÉM

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email

DISASTER RECOVERY

Conhece o Asset Air, a solução de Disaster Recovery as a Service criada pela Asset IT.

Artigos Recentes

BACKUP AS A SERVICE

Conhece o Asset Air, a solução de Backup as a Service desenvolvida pela Asset IT.